Contexto histórico

As locomotivas 1930 são a versão para tráfego misto das locomotivas 1900 e, por isso, distinguem-se fundamentalmente pela incorporação de freio a vácuo (instalado logo após saída de fábrica) e por uma velocidade máxima ligeiramente superior - 120 km/h. Estavam destinadas a ajudar as 1960 na linha da Beira Alta, mas uma campanha de ensaios de má memória acabou por as levar a passar os anos 80 quase todos entre a linha do Oeste e do Norte, com prolongamento para a linha do Leste e ramal de Cáceres. A partir dos anos 90 asseguraram os serviços Intercidades das linhas da Beira Baixa, Sul e Alentejo, tornando-se aí quase monopolistas de todos os serviços de passageiros. Com as sucessivas electrificações, várias unidades saíram de serviço e foram vendidas à Argentina, e outras foram encostando simplesmente. Três unidades foram vendidas à Medway.

Características Técnicas

 Unidades construídas: 17
 Construtor: Sorefame - Alsthom
 Ano de construção: 1981
 Rodados: Co'Co';
 Tipo de bogie Trimotor
 Diámetro ruedas nuevas 1.100 mm.
 Bitola 1.668 mm.
 Largura da caixa 3.062 mm.
 Altura da locomotiva sobre o carril 4.310 mm.
 Comprimento entre tampões de choque 18.756 mm.
 Comprimento da caixa 17.400 mm.
 Tipo de Tracção Diesel-Eléctrica.
 Motor Diesel SACM AGO V12 - DSHR
 Potência nominal 3.300 CV
 Potência nas rodas 2.260 CV
 Esforço de Tracção Contínuo 256 kN
 Esforço de Tracção no Arranque 396 kN
 Velocidade máxima 120 km/h
 Número de motores de tracção 6
 Tipo de motor de tracção Alsthom TAO 659 de corrente contínua
 Potência contínua por motor -
 Peso em ordem de marcha 116,5 t.
 Peso por eixo 19,42 t.
 Peso por metro linear 6,21 t.
 Freio eléctrico Não
 Freio pneumático Knorr-Bremse
 Alimentação do Comboio 1.500 V - 50 Hz
 Sistemas de Segurança Convel Ebicab 700, Rádio Solo-Comboio, Homem-Morto
 Comando Múltiplo Sim

Esquemas Técnicos

Autor: CP - Comboios de Portugal

 

 • AcimaAtrás • Tabela elaborada em 0.022 s.