Últimas fotografias desta série


  • Série 1200

  • CP 1225 ! Exposição @ Entroncamento

  • CP 1201

  • Série 1200

  • VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO - GUADIANA 1978

Foto Podes ver mais fotografias na Galeria

Contexto histórico

As 25 unidades Brissoneau permitiram massificar a utilização da tracção diesel, em especial para comboios de passageiros de cariz regional e circulações ligeiras de mercadorias. Começaram na linha da Beira Alta e Oeste e acabaram por passsar por quase toda a rede ferroviária a sul do rio Douro. Contrariamente à sua vocação de máquinas indicadas para serviço a ramais industriais e a triagens, em Portugal as 1200 foram essencialmente máquinas de linha, tendo cumprido regularmente trajectos como Barreiro - Vila Real de Santo António via Beja, com comboios de passageiros. Dada a sua excelente fiabilidade e capacidade de arraste, várias unidades foram depois adquiridas por empreiteiros e algumas outras exportadas para a Argentina, com sortes distintas.

Características Técnicas

 Unidades construídas: 25
 Construtor: Sorefame - Brissoneau & Lotz
 Ano de construção: 1951-1964
 Rodados: Bo'Bo';
 Tipo de bogie Bimotor
 Diámetro ruedas nuevas 1.100 mm.
 Bitola 1.668 mm.
 Largura da caixa 2.800 mm.
 Altura da locomotiva sobre o carril 4.030 mm.
 Comprimento entre tampões de choque 14.680 mm.
 Comprimento da caixa 13.500 mm.
 Tensão de Alimentação Diesel
 Potência nominal 600 CV
 Esforço de Tracção Contínuo 122 kN
 Esforço de Tracção no Arranque 160 kN
 Velocidade máxima 80 km/h
 Número de motores de tracção 4
 Tipo de motor Corrente Contínua
 Potência contínua por motor 150 CV
 Peso em ordem de marcha 64,7 t.
 Peso por eixo 16,2 t.
 Peso por metro linear 4,4 t.
 Freio eléctrico Não
 Freio pneumático Freins Jourdain Monneret
 Alimentação do Comboio N/A
 Sistemas de Segurança Homem-Morto
 Comando Múltiplo Não

 • AcimaAtrás • Tabela elaborada em 0.024 s.